As apostas esportivas se tornaram uma ‘febre’ em Itapetinga, a 560 km de Salvador. Centenas de pessoas aproveitam as partidas de futebol do meio e final de semana para fazer uma ‘fezinha’ nos cambistas espalhados pela cidade.

Na última semana a ‘zebra’ passeou pela rodada do Brasileirão e um apostador do município de Potiraguá  faturou um prêmio acima de R$ 100 mil reais. Estima-se que no município  outros apostadores estão na espera de receber seus prêmios. O valor total supera os R$ 500 mil reais, segundo o Blog Diga Diga.
 

PIRÂMIDES DISFARÇADAS

Grupos de golpistas ‘piramideiros’ resolveram virar as baterias para tentar enganar e explorar as pessoas usando o universo das apostas esportivas on line como desculpa. Depois de inventarem produtos no ramo da telefonia (Telexfree), produtos alimentícios, perfumaria, automotivos, sempre como uma fachada para explorarem as pessoas através de piramide financeira, agora estão explorando apostas esportivas como o disfarce para a criação de mais um esquema de piramide.

Este tipo de atividade ilícita tem se proliferado no Brasil e tende se agravar com o país vivenciando uma crise financeira. Isso vira um cenário ideal para a sedução que este tipo de golpe gera em suas vitimas prometendo dinheiro fácil e rápido. Só de observar os envolvidos neste novo golpe, diversos ex-piramideiros, já percebemos todo o esquema das piramides.

 

Fonte: Sudoeste Digital.

Leave a Reply

Your email address will not be published.