O presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, Charles Andrew Tang, acusou o governo do Estado da Bahia de ter comprado respiradores de uma empresa fantasma no valor total de R$ 49 milhões.

O secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas Boas, negou a acusação e disse que a empresa mencionada é homônima da que fez contrato com o Executivo estadual.“Nao é verdade. A informação que foi passada para imprensa foi por uma pessoa que não conhece o processo de compra da Bahia. Essa empresa alegada é homônima. A Bahia tem todos os contratos de compra. A transação foi toda feita dentro da legalidade. O contrato foi rescindido por impossibilidade de cumprimento dos prazos que se encerraram no dia 20 de abril. O dinheiro está fazendo o caminho de volta”, disse Vilas Boas.

 

Fonte: A Tarde Online.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.