Dando sequência à série de entrevistas com os pré-candidatos aos cargos de prefeito e vereador de Itapetinga, o programa Política e Cidadania apresentado por Augusto Carvalho, trouxe na sua terceira edição, na noite de quinta-feira (10), Gilmar Vaz (DEM) e Renan Coelho (PC do B). Os dois pré-candidatos usaram o tempo disponibilizado pelo programa para responder perguntas a cerca das suas pretensões e projetos na câmara, caso sejam eleitos.

O primeiro entrevistado foi o paranaense Gilmar Vaz (DEM), que falou da sua chegada ao município de Itapetinga em 1979. Já desempenhou a função de funcionário público, chegando a subcomandante da guarda municipal e hoje tem uma empresa de auto-escola. Gilmar Vaz, militante político, já foi membro do PMDB (MDB atual) durante 30 anos, hoje milita pelos Democratas e se considera um político de direita, que segundo ele, para preservar os bons costumes. Durante a entrevista ele falou dos seus projetos – 14 no total – dentre os quais
constam: transporte gratuito para estudantes que cursam faculdade em Vitória da Conquista; criação de uma praça poliesportiva na Nova Itapetinga; construção de uma nova rodoviária; construção de uma passarela do Parque da Lagoa para o bairro Quintas do Sul e a volta da Zona Azul no centro da cidade.
Ao ser perguntado pelo apresentador Augusto sobre qual avaliação que ele tem da administração do atual prefeito Rodrigo Hagge, ele disse que achava boa e que na crise causada pela pandemia, o prefeito desempenhou um papel importante no cuidado com as pessoas, mas por outro lado, segundo ele, a população não obedece as regras da secretaria da saúde. Quanto a câmara municipal, ele acredita que haverá muitas mudanças, já que os vereadores deixaram a desejar no desempenho das suas funções.

O programa também entrevistou o professor e militante sindical, Renan Coelho (PC do B). Desde 2009 como membro do partido de esquerda, o professor já esteve na câmara de vereadores no quadriênio 2013-2016 e, portanto caso
consiga retornar, já carrega certa bagagem de experiência. Renan faz parte do quadro de professores municipais e no momento está à frente da APLB Sindicato.

Na entrevista, Renan criticou a falta de políticas públicas voltada para os trabalhadores, principalmente na área da educação. Segundo ele, esse é um dos pontos principais que levam a uma desigualdade social crescente cada vez mais no Brasil. Afirmou que a política de direita impõe um estado mínimo para a população no geral e que o trabalhador está cada vez mais em pior situação.

Quando o apresentador Augusto pediu que Renan avaliasse o desempenho de Rodrigo Hagge, ele afirmou que esperava mais, por ser um prefeito jovem e que diante dos acontecimentos nesses quatro anos, precisa muito melhorar.
Criticou o fato da demissão dos contratados no período da pandemia e falou que algumas promessas de campanha não foram cumpridas. Quanto aos vereadores atuais, ele disse que faltou uma representação das minorias e dos trabalhadores de setores e voltou a citar como exemplo: da educação.

No tocante ao desempenho da prefeitura no combate a Covid – 19, Renan afirmou que achava pouco eficiente, esperava mais orientações e que no gabinete de crise faltou também um representante da classe trabalhista.
Caso volte a câmara, o pré-candidato disse ter projetos que buscam valorizar os trabalhadores e que vai promover também diálogos com aqueles que produzem, ele defende os profissionais da educação e pede a reforma das escolas. O programa Política e Cidadania é apresentado por Augusto Carvalho, toda quinta-feira, às 20h. na TV Catolé.

A escolha do participante é do público e é realizado através de votação livre no link
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdDo82_KNugbPJm6V30vMnAlENaHWGRPpKN4FC-eEAux2Z-g/viewform

Carlos Maciel, pedagogo, radialista e repórter da TV Catolé.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.