O programa Política e Cidadania da TV Catolé foi apresentado excepcionalmente, na última, sexta-feira, 23. O motivo foi devido à agenda do candidato Paulo Roberto Ribeiro da Silva (Paulo da Geladeira) do Partido Democracia Cristã (DC) que havia marcado um evento para o dia anterior e, portanto não haveria a possibilidade do mesmo está na TV.

O candidato a prefeito de Itapetinga, Paulo da Geladeira (DC) chegou à cidade com dois anos de idade, falou que é uma pessoa muito conhecida no município e tem 51 anos só da profissão com conserto de geladeiras, e segundo ele, nada tem a provar no que exerce e nem na política, e por força do seu trabalho, frequentar as casas das pessoas, disse ser conhecedor dos problemas da população.

Paulo disse que se posiciona como de direita e criticou aqueles que representam os partidos de esquerda. Ele, durante a entrevista, falou que era o único e autêntico que defende o governo Bolsonaro. Mas aceita, se por acaso acontecer, um apoio dos de esquerda, pois muitos são seus amigos.

Criticou todos os seus adversários no pleito político, um por um, nominalmente. Ao prefeito atual ele fez questão de se referir como “o menino Rodrigo” e afirmou que todos tiveram suas oportunidades quando estavam no poder, mas nada fizeram. Falou que o PT escolheu Amaral por falta de opção, prometendo ser ele, Paulo da Geladeira, a solução para resolver os problemas da cidade.

No tocante a segurança pública, o entrevistado disse que ela apenas cumpre ordens e que no governo dele serão revistos os direitos por eles adquiridos, vai conversar com todos e não vai admitir truculência por parte da guarda administrativa.

Questionado sobre como seria sua administração no período pós-pandemia do coronavírus, tanto sanitária quanto econômica, Paulo tentou fazer uma pergunta para o apresentador Augusto Carvalho, mas o mesmo afirmou que o candidato é que teria que responder.  Paulo da Geladeira então usou de ironia quanto à pandemia no momento atual, quando citou como exemplo toda essa movimentação política na cidade, e disse que o futuro pertence a Deus. Mas que pretende diversificar a economia, conversar com os fazendeiros e os comerciantes, cortar os contratos da prefeitura; contratar pessoas que residem nas periferias para exercer funções importantes em setores da administração, mas dependendo dos currículos de cada um.

Quando a questão foi meio ambiente, ele falou que não entende do assunto e por isso vai contratar ambientalistas para ensiná-lo a lidar com os problemas. Quanto ao Rio Catolé, ele disse que, caso seja eleito, vai convocar a população do município para fazer mutirões de limpeza das margens do rio.

Em um determinado momento, para pedir o apoio de todos os adversários ele usou de bordões de campanhas políticas: “Juntos podemos mais”, da bíblia: “Vinde a mim, todos que estais cansados” e ainda pediu aos seus opositores que se unam a ele e que “Calcem a sandália da humildade” e ainda complementou com a frase “Eu gosto de vocês”.

Na entrevista Paulo da Geladeira criticou planos de governo de outros candidatos, dizendo que era muita demagogia e que muita coisa prometida não será cumprida, dentre elas o “bandejão”, “bolsa família municipal” e a “policlínica”. Ele primeiro vai conhecer as condições financeiras da prefeitura para depois ver como poderá agir e o que poderá fazer pela população do município.

Outros detalhes dessa entrevista, você confere nos links:

https://www.youtube.com/watch?v=wJYDux2z-50

https://www.facebook.com/tvcatoleaovivo/videos/381352149900802/

O programa “Política e Cidadania” é apresentado por Augusto Carvalho toda quinta-feira, às 20h na TV Catolé. O último entrevistado da serie será o prefeito Rodrigo Hagge.

Carlos Maciel, pedagogo, radialista, blogueiro e repórter da TV Catolé

 

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.