Cleciano de Souza Santos, 26 anos, recebeu voz de prisão após os relatos de sua companheira, que disse aos policiais que ele teria dado ao seu filho, de um ano, várias doses de cachaça com refrigerante. A criança teria desmaiado, e que, possivelmente, teria entrado em coma alcoólico, pois não estava conseguindo acordá-lo.

O caso ocorreu na rua Salvador, bairro Brisa do Mar, em Mucurí. O menino foi encaminhado rapidamente para Unidade de Pronto Atendimento (Upa) da cidade, que solicitou a transferência de urgência para o hospital de Teixeira de Freitas. A criança deu entrada na unidade ainda desacordada e será avaliada por um pediatra que deverá solicitar os exames necessários para uma avaliação mais detalhada do seu quadro clínico.
O acusado foi apresentado para o delegado plantonista da 8ª Coorpin em Teixeira de Freitas, Charlton Bortolini. O delegado ouviu os policiais; o Conselheiro Tutelar; a mãe da criança e o acusado. Flagranteado no Artigo 243 do Estatuto da Criança e Adolescente, Cleciano foi conduzido para a carceragem.
Fonte: (Liberdade News)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.