Segundo os manifestantes, o protesto acontece por causa das péssimas condições da pista. Ao todo, são 38 quilômetros, praticamente intransitáveis. As informações são do Blog Irepórter e foram confirmadas pelo Sudoeste Digital.

Em junho do ano passado saiu a licitação para a reconstrução da rodovia, mas o Governo da Bahia fez apenas um trabalho paliativo, segundo os moradores. O governo do Estado ainda não se manifestou.

Os moradores bloqueiam a pista com pneus, terra, galhos de árvore e dizem que vão permanecer
no local até um posicionamento do governo do estado. Apenas veículos de emergência podem passar. A Polícia Militar acompanha a manifestação.