O jornalista Lucas Aguiar foi agredido fisicamente pelo servidor público Caio Ribas, lotado na Secretaria de Esportes da Prefeitura de Itapetinga, no sudoeste baiano. A agressão ocorreu no início da noite, nas proximidades do Estádio Municipal de Itapetinga, quando o servidor desferiu um soco no rosto do profissional.

Lucas conversava com o treinador da Seleção de Itapetinga, Marcos Correia, quando foi surpreendido pelo servidor público e amigo do técnico de futebol. De acordo com o radialista Thiago Pereira, Caio surgiu por trás e desferiu o murro em Lucas.

Correia discutiu com Lucas, após o programa Aos 45 do Segundo Tempo, apresentado por Lucas e Thiago na Rádio Cidade FM, criticar o treinador por ter estimulado o elenco da seleção a fazer greve por salário.

Gilson Vasconcellos diretor da TV Catolé(Imagem: Arquivo pessoal).

O treinador também é criticado por estimular a agressão de Ribas contra Lucas. Em setembro, o porteiro da Secretaria de Esportes de Itapetinga já havia agredido outro profissional de imprensa de Itapetinga. Da outra vez, a vítima foi Gilson Vasconcelos, da TV Catolé, que transmite os jogos da seleção pela internet.

Lucas Aguiar estava, há pouco, na Delegacia de Polícia Civil para prestar queixa contra o servidor da Secretaria de Esportes de Itapetinga. A Associação Bahiana dos Cronistas Desportivos (ABCD) já prestou solidariedade ao jornalista. O site não conseguiu contato com o servidor nem com o treinador da Seleção de Itapetinga.

 

Fonte: Pimenta.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.