O balanço divulgado nesta quarta-feira (8) pela Defesa Civil italiana aponta uma diminuição em mais de um indicador do avanço da pandemia de coronavírus no país. Há recorde no número de pessoas curadas, com 2.099 curas confirmadas, queda na ocupação de leitos de hospital e de terapia intensiva, e diminuição do porcentual de casos perante o total de testes feitos.

De acordo com uma reportagem publicada pelo jornal italiano La Reppublica, as internações em unidades de terapia intensiva (UTI) estão diminuindo. Hoje, 3.693 pessoas estão hospitalizadas na UTI, 99 a menos do que ontem.

Apesar do aumento no número total de casos positivos de Covid-19 em relação a ontem, que passou de 24.392 casos para 26.491, houve recorde no número de testes realizados em apenas um dia: foram mais de 50.000, com uma incidência de casos positivos de apenas 7,4%. É o menor índice desde o início da pandemia no país. No auge, essa taxa de contaminação passava de 30% dos exames feitos.

A proporção entre os testes realizados e casos identificados é de 1 paciente para cada 13,5 testes feitos. A baixa incidência desde o início da pandemia confirma, portanto, que a propagação do coronavírus tem diminuído no país.

Além do menor percentual de casos confirmados em relação ao número de testes registrado, houve diminuição no número de pessoas infectadas em quatro regiões da Itália: em Marcas, os casos positivos diminuíram de 3.738 para 3.562; em Bolzano, de 1.301 para 1.281; em Úmbria, de 846 para 823; e em Molise, de 185 para 181.

Segundo o último balanço divulgado, foram confirmadas 542 mortes de ontem para hoje, totalizando 17.669 óbitos na Itália devido ao novo coronavírus. Entre segunda e terça-feira foram registradas 604 mortes.

 

Fonte: CNN Brasil. Imagem: Flavio Lo Scalzo/Reuters (03.03.2020)

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.