A Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista realizou uma sessão extraordinária para deliberar sobre a posse remota do prefeito reeleito Herzem Gusmão (MDB), que está internados em São Paulo e não pode comparecer presencialmente.

Como a posse remota não está prevista, foi necessário uma sessão deliberativa para alterar a Lei Orgânica do Município. Por 18 votos a favor e 1 contrário, a posse virtual foi aprovada.

O vereador Valdemir Dias (PT) não pôde estar presente porque está viajando.

O vereador Chico Estrella (PTC) votou contrário à posse. Ele justificou que a posse do prefeito vai custar aos cofres público R$ 25 mil.

 

Fonte: Blog do Sena.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.