Dois ex-coordenadores do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) de Brumado e Livramento de Nossa Senhora, juntamente com dois agentes particulares, foram denunciados pelo Ministério Público estadual à Justiça por terem fraudado o sistema do órgão de trânsito para obterem vantagens financeiras.

De acordo com o promotor de Justiça, Ruano Fernando da Silva Leite (imagem abaixo), que também é autor da denúncia, as investigações indicam que a fraude já pode ter movimentado mais de R$ 2,5 milhões.

Resultado de imagem para Ruano Fernando da Silva LeiteOs envolvidos são acusados de associação criminosa para inserir dados falsos em sistema informatizado da administração pública, de forma continuada, para dar “aparência de legalidade”, a veículos de luxo roubados.

Os agentes particulares foram denunciados ainda por oferecer vantagem indevida a funcionário público. 

Na ação civil pública, o promotor pede que a Justiça determine a indisponibilidade de bens dos quatro requeridos no valor de R$ 911.880,00. Conforme apurado pelo MP, entre os meses de novembro e dezembro de 2018, os ex-coordenadores facilitaram e determinaram a seus subordinados a inserção de dados falsos no sistema informatizado do Detran, informando e aprovando o primeiro emplacamento “fraudulento” de, pelo menos, cinco veículos. Dois desses automóveis teriam sido emplacados após o pagamento de suborno efetuado pelos dois outros denunciados.

 

Fonte: TV Sudoeste Digital.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.