Os 30 anos do ritmo Axé Music foram comemorados e teve grande destaque midiático. O carnaval 2015 em Salvador na Bahia foi todo ele voltado às comemorações.

Algumas personalidades da música baiana fizeram questão de relembrar grandes sucessos do passado que levaram o ritmo ao conhecimento internacional. Já outros cantores além de emocionarem os foliões usaram roupas com nomes de grandes compositores e intérpretes bianos como foi o caso de Xandy , vocalista do Harmonia do samba.

O Axé é inegalvemente  consagrado como “a cara do Brasil”. O gênero que misturou Samba, Rock, Frevo, Reggae  e Merengue com o batuque dos tambores africanos caiu no gosto popular assim que ficou conhecido através do hit FRICOTE  de Luiz Caldas,  desde então lançou vários nomes no mercado  e acabou consagrando uma geração de pop stars.

Com raízes na década de 50 onde Dodô e Osmar  usaram a criatividade e modificaram o cavaquinho criando então o “pau elétrico”.

A história do Axé ganha mais espaço e todos os anos novos adeptos se rendem ao ritmo contagiante. O axé vive sua “crise de meia-idade”: luta para manter a relevância enquanto vê o Arrocha e os novos sertanejos invadirem sua “praia”.

Mesmo não sendo um dos meus ritmos musicais preferidos o Axé tem o meu respeito! Além de lançar nomes no cenário musical ainda  é um dos rítmos mais pedidos nas emissoras de rádio.

 

Por Bonny Cordeiro.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.