O  Brasil já se prepara utilizar o Árbitro Assistente de Vídeo nos jogos da principal competição de futebol do país. Ainda na Série A do Brasileirão 2017, a tecnologia será adotada pela Confederação Brasileira de Futebol.

Para isso, além dos equipamentos importados de outros países, a entidade habilitará um seleto grupo de árbitros do país para desempenhar a função. Dezesseis profissionais de algumas Federações foram selecionados para o Curso de Árbitros Assistentes de Vídeo.

Jailson Macedo (Foto: Dabiel Oliveira / Arena EC)

Entre eles estão dois baianos. Prestigiados pelas atuações em campo e considerados dois dos principais profissionais do apito no Brasil, Jailson Macedo Freitas e Alessandro Álvaro Rocha Matos foram convocados para o curso.

Jailson, árbitro central de finais de campeonatos estaduais, Copa do Nordeste e Brasileirão, que recentemente completou 100 jogos de Série A, e Alessandro, árbitro assistente brasileiro há mais tempo no quadro da FIFA, com atuações em jogos e competições internacionais passarão por cinco dias de treinamento com a Comissão de Arbitragem da CBF.

O curso será realizado entre 7 e 11 de outubro, em Águas de Lindóia, no estado de São Paulo. Lá, os baianos serão preparados para  desempenharem a função de árbitro de vídeo com excelência.

Alessandro Matos (Foto: Reprodução

“O trabalho do Árbitro Assistente de Vídeo é realizado em conjunto, por uma equipe formada por um árbitro central, um árbitro assistente e um operador. A intenção da CBF com a utilização dessa tecnologia no Brasil é legitimar os resultados de jogos, principalmente em lances que resultem em gols, como um pênalti, um impedimento”, comentou o presidente da CEAF-BA, Vidal Cordeiro Lopes.

Leave a Reply

Your email address will not be published.