A APLB Sindicato realizou na manhã desta segunda-feira dia 17 de julho a assembleia com os professores e coordenadores da rede municipal, onde foi aprovado por tempo indeterminado a greve.

Os professores e coordenadores realizaram ato público em frente a prefeitura municipal reafirmando o compromisso com a educação e cobrando da gestão o cumprimento e respeito a lei do piso salarial nacional e valorização dos profissionais da educação.

A APLB Sindicato solicitou a reabertura da mesa de negociação e pontuou perdas salariais que a categoria vem tendo desde de janeiro: como a falta do pagamento do retroativo a janeiro e o percentual de 7.64% indicado pelo MEC.
A categoria neste momento está solicitando um percentual de 5.58% a partir de junho. E a administração insiste em não cumprir a lei do piso, mantendo a proposta de 3% em junho e mais 2.58% em outubro.

Na imagem, o secretário de Educação de Itapetinga Geraldo Trindade juntamente com alunos da escola Maria Amélia reinaugurada na tarde desta segunda. Foto: Ascom PMI.

Professores presentes nas escolas

Em contato com a redação do ItapetingaNews, o secretário de Educação Geraldo Trindade lamentou que a situação chegasse até esse ponto. Segundo ele, o prefeito Rodrigo Hagge não mediu esforços para se chegar a um acordo. Foi bastante sensível. “Esse reajuste de 5,58% é o limite que a prefeitura pode chegar. E isso parcelado, por quê as verbas verbas em julho, agosto e setembro as verbas são reduzidas. As escolas funcionaram hoje normalmente, em algumas não tiveram aulas não por causa da falta dos professores, mas sim por falta de alunos. Não só os professores contratados estiveram presentes, bem como os efetivos. Grande parte das escolas vão ter aula normalmente nesta terça – feira. Estarei dando um pronunciamento nesta terça – feira, nas emissoras de rádio, informando aos pais que enviem sues filhos às escolas”, disse Geraldo Trindade.

Na contra – mão da postura da APLB, na tarde dessa segunda – feira, 17, o prefeito Rodrigo Hagge reinaugurou a escola municipal Maria Amélia. Dando mais condições tanto para os alunos quantos para os professores frequentarem o ambiente escolar.

 

Fonte: Gilson Vasconcellos. Imagens: APLB e Ascom PMI.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.