Presidente nacional do PSDB, o senador Aécio Neves (MG) foi à tribuna do Senado nesta terça-feira (4) para se defender das acusações de que recebeu propina por meio de movimentações financeiras em Nova York (EUA), informação que estampou a capa da revista Veja neste fim de semana (veja abaixo a íntegra do discurso, em vídeo e texto). Segundo a matéria, replicada por este site no último sábado (1º/abr), o ex-­pre­sidente da Odebrecht Infraestrutura Benedicto Junior afirmou que a empreiteira fez depósitos para Aécio Neves (PSDB-MG) em uma conta sediada em Nova York e operada por sua irmã Andrea Neves. Benedicto é um dos 77 executivos da empresa que firmaram acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF), conjunto de relatos homologado em 30 de janeiro.

Na tribuna, diante de papeis e de um plenário com poucos senadores (e alguns deputados), o senador deu início à fala, repetindo que a acusação é falsa. “É mentira, senhoras e senhores senadores. Falo isso da Casa de Rui Barbosa”, discursou o tucano, referindo-se ao patrono do Senado. Na introdução do discurso, Aécio repetia informações já veiculadas em nota preparada por sua defesa (leia abaixo). “É injúria, é calúnia, é difamação; é crime!”

Veja a íntegra do discurso:

Fonte: Congresso em Foco.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.