A Câmara dos Deputados já registra 342 parlamentares presentes, o quórum mínimo para que se inicie a votação da denúncia que pede o afastamento do presidente Michel Temer, por ordem da Procuradoria-Geral da República, acusado por corrupção passiva com base em conversas de telefone com o empresário Joesley Batista.

Os trabalhos sessão extraordinária do plenário da Câmara começaram às 9h30 com a leitura do parecer sobre a acusação do delator deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que defende a inadmissibilidade da denúncia contra o mandatário do país. Houve troca de farpas nas horas seguintes entre os deputados da oposição e da base sobre o andamento da votação ao longo do dia.

O requerimento para o fim da discussão foi apresentado pela oposição por volta do meio dia e por 292 votos a favor e 20 contra, o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM) anunciou a aprovação do pedido para encerrar a sessão.

Devido ao entrave quanto o enceramento da sessão e diversas obstruções deferidas por partidos contrários ao governo, Maia prorrogou a sessão para mais uma hora, enquanto os deputados continuam divergindo quanto à rapidez para se iniciar a votação nominal da denúncia.

> Acompanhe ao vivo

 

Fonte: A Tarde Online. TV Câmara.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.